Músicas do Nordeste: Veja quais são as Mais famosas



O Brasil é um país de grande extensão territorial, e por conta disso vemos que as suas regiões apresentam elementos culturais muitas vezes distintos entre si. Então, para que possamos fazer essa análise mais de perto, confira abaixo a lista que fizemos de Músicas do Nordeste que você precisa conhecer:

Luiz Gonzaga – Asa branca





A partir dessa música de Luiz Gonzaga, que ficou conhecido como o Rei do baião, podemos conhecer mais da realidade do Nordeste a partir de suas regiões mais secas, ainda que esse não seja um fato que diz respeito a todo o local.

Nela, conhecemos mais da realidade desses espaços de forma musicalizada, nos permitindo entender melhor sobre contextos que não são tão destacados.





Elba Ramalho – De volta pro aconchego

Responsável por emocionar muitas pessoas, essa música de Elba Ramalho trata de uma realidade comum aos nordestinos, visto que muitos saem da sua região para buscar por melhores oportunidades de vida fora dela, indo para cidades como São Paulo.

Assim, fala da volta para o Nordeste e todas as sensações que isso acompanha, sendo uma música realmente muito bonita.

Margareth Menezes – Faraó

A Bahia é em grande parte marcada pelo seu Carnaval e se você já esteve em Salvador durante esse período sabe que todos vão a loucura quando Faraó é cantada, seja pela própria Margareth ou por outros cantores.

Com um ritmo envolvente e uma energia que contagia, certamente essa se tornou um dos grandes símbolos do axé.

Maria Bethânia – Reconvexo

A também baiana Maria Bethânia é um grande ícone da música popular brasileira e em Reconvexo fala da região de onde vem, o Recôncavo baiano. A partir disso, a música acaba nos levando a pensar também sobre outras tantas regiões do Nordeste, sobretudo no interior dos seus estados.

Dominguinhos – Eu Só Quero Um Xodó

Também há músicas românticas e melódicas para quem quer fazer uso delas para se referir ao amor. Nesse sentido, ganha destaque Eu Só Quero Um Xodó, música que diante de todo o sucesso que fez já passou por diversas regravações, incluindo a feita por Elba Ramalho.

Chico César – Mama África

Lançada ainda no ano de 1995, ainda hoje essa música reflete bem a realidade das mulheres nordestinas, ressaltando a força que possuem mesmo que muitas delas precisem ter esforços acima do comum para gerir suas famílias.

Assim, em um contexto doloroso e de muitas incertezas, seguem sendo uma base forte para essas organizações, merecendo todo o reconhecimento dado por Chico César nessa canção.

Gal Costa – Festa do interior

Outro nome marcante para levar o talento da música nordestina para outras regiões foi o de Gal Costa. Nesse sentido, podemos dar uma evidência maior para Festa do interior, onde ela fala sobre como é bonita e feliz a vida daqueles que vivem em áreas interioranas.

Dessa forma, ressalta a tradição desses espaços e dá destaque para eles que por vezes ficam apagados diante das grandes capitais.

Zé Ramalho – Disparada

Em Disparada, o cantor paraibano Zé Ramalho fala do sertão com muito carinho e admiração, reafirmando suas raízes que de fato pertencem a esse espaço e portanto possuem um lugar especial em seu coração e memória.

Mas claro, tudo isso é feita com muita sinceridade e evidenciando sua própria trajetória de uma maneira bastante poética.

Chico Science e Nação Zumbi – Maracatu Atômico

Em um misto de estilos que incluem rock, hip hop e também a eletrônica, essa música se tornou um marco para o Nordeste, ressaltando a pluralidade da cultura da região que consegue ir além dos ritmos mais tradicionais.

....